Menu


TOCA

SuceSSo!


Aqui


Bolsonaro diz que futuro ministro da Educação “atende valores” dos evangélicos: “Respeito às crianças

26 NOV 2018
26 de Novembro de 2018

A escolha do novo ministro da Educação continua sendo um dos temas mais abordados pela imprensa brasileira por conta de seu perfil conservador e pela influência da bancada evangélica na decisão pelo veto ao primeiro especialista especulado para a vaga, o educador Mozart Neves.

No último sábado, 24 de novembro, o presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) afirmou que o professor Ricardo Vélez Rodríguez atende aos requisitos exigidos pela bancada evangélica para ocupar o Ministério da Educação.

“A bancada evangélica é importante, não é para mim, é para o Brasil… Essa pessoa indicada, pelo que eu sei, não é evangélica, mas atende aquilo que a bancada evangélica defende. São os princípios, valores familiares, respeito às crianças”, declarou Bolsonaro, de acordo com informações do portal Uol. “O que todos nós queremos? Que os nossos filhos sejam melhores do que nós. Escola é lugar de você aprender uma profissão e também ter noções de cidadania e patriotismo”, acrescentou o presidente eleito.

Aprovação

Parlamentares da bancada evangélica expressaram satisfação com a escolha do presidente para o Ministério da Educação. “Excelente nome. Não é uma pessoa próxima de mim, vi ele algumas vezes aqui no Rio. Não é da minha rede de amizades. Nós não queremos esquerdistas lá, só isso”, comentou o deputado federal Sóstenes Cavalcante (DEM-RJ).

O pastor Hidekazu Taakayama (PSC-PR) – que é presidente da Frente Parlamentar Evangélica, mas não se reelegeu para a próxima legislatura – aproveitou para destacar que a indicação de Ricardo Vélez é “mais uma prova de que a frente não interfere nas escolhas do presidente”, atuando apenas como um parceiro que sugere linhas gerais.


“Já disse e repito: nosso apoio ao Bolsonaro é por vinculação de princípios. Pode ter certeza de que é um excelente nome, ligado à Educação. De 1 a 100, dou 100 a Bolsonaro pela escolha do nome. Não o conheço pessoalmente, mas seu currículo é notável na área do ensino”, afirmou Takayama em entrevista ao jornal O Globo.

Ricardo Vélez Rodríguez foi uma indicação do escritor e filósofo Olavo de Carvalho, um dos principais influenciadores da construção dos conceitos que nortearam a campanha de Bolsonaro à presidência.

“Excelentes escolhas”

O pastor Marco Feliciano (PODE-SP) publicou um artigo em que elogia a construção ministerial que Jair Bolsonaro vem fazendo durante essa transição governamental. “Até agora, ele tem feito excelentes escolhas para sua equipe de governo”, escreveu o deputado federal reeleito para seu terceiro mandato.

“O quadro que está se formando reúne o que há de melhor nos meios político e acadêmico. São escolhas felizes e com apoio unânime, com exceção daquele partido perdedor. O que valida ainda mais os acertos das decisões do governo de transição”, reiterou Feliciano no texto publicado pelo portal Pleno News.

A expectativa, segundo Feliciano, é das melhores em relação aos próximos quatro anos: “Acompanho os fatos e todos os meios de comunicação social. O apoio popular é patente nas conversas informais e uma euforia toma conta do país. É um contraste com o desânimo visto há tempos recentes. Inclusive, o otimismo já movimenta a economia e estou certo que essa equipe que está se formando será mais do que vitoriosa. Ela reflete toda expectativa colocada nas urnas após um longo período de incertezas e malfeitos”.

“A mais recente escolha, para o Ministério da Educação, o eminente filósofo Ricardo Velez Rodriguez chega a superar as expectativas. Ele é autor de mais de 30 obras, professor emérito da Escola de Comando e Estado Maior do Exército. Caminhamos para um novo tempo na educação das escolas, o nosso povo certamente merece”, concluiu o pastor.

Informativo gospel mais


Voltar
Tenha também o seu site. É grátis!